FRUIÇÃO E ESCRITA II ENJOYMENT AND WRITING

DIA DO ÍNDIO

DIA DO ÍNDIO


During Panamerican Games 2007 Closure at Rio de Janeiro the sad Guarani song excited me indeed. Natives has been forgotten when authorities make National Growth Plan.

Este meu texto foi publicado em 2007 por ocasião dos Jogos Panamericanos

O PAN GUARANI

A cerimônia de Encerramento dos Jogos Pan-americanos não foi tão emocionante quanto a Abertura no dia 13 de julho, porém, a referência às vítimas do avião da TAM em São Paulo e a cerimônia de entrega das medalhas da Maratona, tão bem conquistada por um brasileiro, foram marcantes. Vaias já não são novidades, são apoiadas ou criticadas.

A ausência de atletas, por falta de interesse ou por medo de deserção de integrantes, pouco foi notada, porque os voluntários estavam lá, voluntariamente, para festejarem sua participação nos Jogos.

O momento da transferência de bandeiras entre autoridades do Rio de Janeiro e de Guadalajara foi protocolar e o espetáculo musical mexicano, com gosto de quero um pouco mais. Muito suave foi o vento da música de Caymi para apagar a chama pan-americana até os próximos Jogos em Guadalajara. O restante da música apresentada parecia ser forçada, de última hora, assim como foi a tentativa de carnaval no centro do campo.

O que realmente me emocionou foram os índios e índias guaranis com seu canto melódico, triste, reivindicador. Vigoroso, no cantar, quase resignado, no agir. Quase, pois me lembrei de um grupo de índios guaranis no Centro de Florianópolis, em novembro de 2006, se apresentado no calçadão para mostrar que ainda existem, ao mesmo tempo em que aceitavam ajuda para se sustentar. Em São José, Florianópolis, na rodovia federal, passei por uma “reserva” indígena. Mais parecia uma de muitas favelas existentes nas cidades brasileiras, na Amazônia, em Mato Grosso, no Sul do Brasil, no Sudeste, no Nordeste.

Será que nós sabemos que temos índios no Brasil, que passam fome por terem desaprendido a ser índios, cujos filhos morrem por terem assimilado a “cultura“ do branco?

Será que algum notou a tristeza e a beleza da cultura indígena brasileira no Pan-americano 2007?

Será que alguém notou o grito de socorro implícito naquela canção guarani?

Foto: ramosforest (c)

Anúncios

abril 19, 2008 Posted by | Brasil, cultura, esporte, indígena, tradição | 6 Comentários