FRUIÇÃO E ESCRITA II ENJOYMENT AND WRITING

Um universo encantado – as plantas se movimentam.




Dormideira – suas folhas se fecham ao toque de algum objeto.

Um pequeno jardim é um universo encantado. Basta prestar atenção. Até alguns termos usados são idênticos aos da astronomia. Os vegetais têm certa forma de sensibilidade que faz com que eles respondam de alguma maneira a estímulos de origem interna ou externa, mesmo que de forma quase invisível. Esses estímulos, de diversas formas provocam crescimentos diferenciados: os movimentos da planta, dirigindo-se ou se afastando de alguma fonte de estímulo, em determinadas condições. Esses movimentos vegetais são classificados por movimentos:

I – movimentos de órgãos de plantas fixas

a) induzidos por estímulos externos:

tropismo – quando a direção do estímulo determina a direção do movimento;

– nastismo – quando o estímulo externo provoca abertura ou fechamento do órgão, independente da direção do estímulo.

b) não induzidos por estímulos externos:

nutações – movimento autônomo, próprio de plantas trepadeiras volúveis, provocam o crescimento para um lado e para outro, em busca de apoio;

– balísticos – movimentos de esporos ou sementes que são jogados à distância pela abertura explosiva do esporângio ou do fruto;

higroscópicos – movimentos causados por variação de umidade, ocorridos após o amadurecimento do fruto e que provocam nos esporângios e nos frutos a sua abertura para liberação das sementes.

II – movimentos locomotores.

-Tactismos – causados por estímulos externos e encontrados em plantas unicelulares – hoje classificados nos reinos monera ou protista – que fazem com que o corpo inteiro da “planta” se movimente.

III-movimentos citoplasmáticos

– Cicloses – são característicos das células vegetais, onde o citoplasma circula ao redor dos vacúolos mesmo sem estímulos externos.

Não sou especialista em Botânica, mas sou um entusiasta dos pequenos grandes detalhes da Natureza, e, assim, compartilho as maravilhas que encontro em meu jardim, através da Fotografia e dos compêndios sobre os mais variados assuntos.

Foto: Ramosforest©: Planta “Dorme Maria” ou “Dormideira”.

Anúncios

janeiro 15, 2009 Posted by | flora, jardim, movimentos, universo | Deixe um comentário

Um universo encantado – as plantas se movimentam.




Dormideira – suas folhas se fecham ao toque de algum objeto.

Um pequeno jardim é um universo encantado. Basta prestar atenção. Até alguns termos usados são idênticos aos da astronomia. Os vegetais têm certa forma de sensibilidade que faz com que eles respondam de alguma maneira a estímulos de origem interna ou externa, mesmo que de forma quase invisível. Esses estímulos, de diversas formas provocam crescimentos diferenciados: os movimentos da planta, dirigindo-se ou se afastando de alguma fonte de estímulo, em determinadas condições. Esses movimentos vegetais são classificados por movimentos:

I – movimentos de órgãos de plantas fixas

a) induzidos por estímulos externos:

tropismo – quando a direção do estímulo determina a direção do movimento;

– nastismo – quando o estímulo externo provoca abertura ou fechamento do órgão, independente da direção do estímulo.

b) não induzidos por estímulos externos:

nutações – movimento autônomo, próprio de plantas trepadeiras volúveis, provocam o crescimento para um lado e para outro, em busca de apoio;

– balísticos – movimentos de esporos ou sementes que são jogados à distância pela abertura explosiva do esporângio ou do fruto;

higroscópicos – movimentos causados por variação de umidade, ocorridos após o amadurecimento do fruto e que provocam nos esporângios e nos frutos a sua abertura para liberação das sementes.

II – movimentos locomotores.

-Tactismos – causados por estímulos externos e encontrados em plantas unicelulares – hoje classificados nos reinos monera ou protista – que fazem com que o corpo inteiro da “planta” se movimente.

III-movimentos citoplasmáticos

– Cicloses – são característicos das células vegetais, onde o citoplasma circula ao redor dos vacúolos mesmo sem estímulos externos.

Não sou especialista em Botânica, mas sou um entusiasta dos pequenos grandes detalhes da Natureza, e, assim, compartilho as maravilhas que encontro em meu jardim, através da Fotografia e dos compêndios sobre os mais variados assuntos.

Foto: Ramosforest©: Planta “Dorme Maria” ou “Dormideira”.

janeiro 15, 2009 Posted by | flora, jardim, movimentos, universo | Deixe um comentário

Um universo encantado – as plantas se movimentam.




Dormideira – suas folhas se fecham ao toque de algum objeto.

Um pequeno jardim é um universo encantado. Basta prestar atenção. Até alguns termos usados são idênticos aos da astronomia. Os vegetais têm certa forma de sensibilidade que faz com que eles respondam de alguma maneira a estímulos de origem interna ou externa, mesmo que de forma quase invisível. Esses estímulos, de diversas formas provocam crescimentos diferenciados: os movimentos da planta, dirigindo-se ou se afastando de alguma fonte de estímulo, em determinadas condições. Esses movimentos vegetais são classificados por movimentos:

I – movimentos de órgãos de plantas fixas

a) induzidos por estímulos externos:

tropismo – quando a direção do estímulo determina a direção do movimento;

– nastismo – quando o estímulo externo provoca abertura ou fechamento do órgão, independente da direção do estímulo.

b) não induzidos por estímulos externos:

nutações – movimento autônomo, próprio de plantas trepadeiras volúveis, provocam o crescimento para um lado e para outro, em busca de apoio;

– balísticos – movimentos de esporos ou sementes que são jogados à distância pela abertura explosiva do esporângio ou do fruto;

higroscópicos – movimentos causados por variação de umidade, ocorridos após o amadurecimento do fruto e que provocam nos esporângios e nos frutos a sua abertura para liberação das sementes.

II – movimentos locomotores.

-Tactismos – causados por estímulos externos e encontrados em plantas unicelulares – hoje classificados nos reinos monera ou protista – que fazem com que o corpo inteiro da “planta” se movimente.

III-movimentos citoplasmáticos

– Cicloses – são característicos das células vegetais, onde o citoplasma circula ao redor dos vacúolos mesmo sem estímulos externos.

Não sou especialista em Botânica, mas sou um entusiasta dos pequenos grandes detalhes da Natureza, e, assim, compartilho as maravilhas que encontro em meu jardim, através da Fotografia e dos compêndios sobre os mais variados assuntos.

Foto: Ramosforest©: Planta “Dorme Maria” ou “Dormideira”.

janeiro 15, 2009 Posted by | flora, jardim, movimentos, universo | 6 Comentários

Um universo encantado. As plantas se movimentam.

Plant movement
______________________________________________________________

Um pequeno jardim é um universo encantado. Basta prestar atenção. Até alguns termos usados são idênticos aos da astronomia.

Os vegetais têm certa forma de sensibilidade que faz com que eles respondam de alguma maneira a estímulos de origem interna ou externa, mesmo que de forma quase invisível. Esses estímulos, de diversas formas provocam crescimentos diferenciados: os movimentos da planta, dirigindo-se ou se afastando de alguma fonte de estímulo, em determinadas condições. Esses movimentos vegetais são classificados em:

a) MOVIMENTOS DE ÓRGÃOS DE PLANTAS FIXAS

Induzidos por estímulos externos: tropismos – quando a direção do estímulo determina a direção do movimento; nastismos – quando o estímulo externo provoca abertura ou fechamento do órgão, independente da direção do estímulo.


“Dorme Maria” ou Dormideira

Não induzidos por estímulos externos: nutações – movimento autônomo, próprio de plantas trepadeiras volúveis, provocam o crescimento para um lado e para outro, em busca de apoio; balísticos – movimentos de esporos ou sementes que são jogados à distância pela abertura explosiva do esporângio ou do fruto; higroscópicos – movimentos causados por variação de umidade, ocorridos após o amadurecimento do fruto e que provocam nos esporângios e nos frutos a sua abertura para liberação das sementes.

b) MOVIMENTOS LOCOMOTORES -Tactismos – causados por estímulos externos e encontrados em plantas unicelulares – hoje classificados nos reinos monera ou protista – que fazem com que o corpo inteiro da “planta” se movimente.

c) MOVIMENTOS CITOPLASMÁTICOS – Cicloses – são característicos das células vegetais, onde o citoplasma circula ao redor dos vacúolos mesmo sem estímulos externos.

Foto: Ramosforest(c)

junho 22, 2008 Posted by | flora, tropismo | Deixe um comentário

Um universo encantado. As plantas se movimentam.

Plant movement
______________________________________________________________

Um pequeno jardim é um universo encantado. Basta prestar atenção. Até alguns termos usados são idênticos aos da astronomia.

Os vegetais têm certa forma de sensibilidade que faz com que eles respondam de alguma maneira a estímulos de origem interna ou externa, mesmo que de forma quase invisível. Esses estímulos, de diversas formas provocam crescimentos diferenciados: os movimentos da planta, dirigindo-se ou se afastando de alguma fonte de estímulo, em determinadas condições. Esses movimentos vegetais são classificados em:

a) MOVIMENTOS DE ÓRGÃOS DE PLANTAS FIXAS

Induzidos por estímulos externos: tropismos – quando a direção do estímulo determina a direção do movimento; nastismos – quando o estímulo externo provoca abertura ou fechamento do órgão, independente da direção do estímulo.


“Dorme Maria” ou Dormideira

Não induzidos por estímulos externos: nutações – movimento autônomo, próprio de plantas trepadeiras volúveis, provocam o crescimento para um lado e para outro, em busca de apoio; balísticos – movimentos de esporos ou sementes que são jogados à distância pela abertura explosiva do esporângio ou do fruto; higroscópicos – movimentos causados por variação de umidade, ocorridos após o amadurecimento do fruto e que provocam nos esporângios e nos frutos a sua abertura para liberação das sementes.

b) MOVIMENTOS LOCOMOTORES -Tactismos – causados por estímulos externos e encontrados em plantas unicelulares – hoje classificados nos reinos monera ou protista – que fazem com que o corpo inteiro da “planta” se movimente.

c) MOVIMENTOS CITOPLASMÁTICOS – Cicloses – são característicos das células vegetais, onde o citoplasma circula ao redor dos vacúolos mesmo sem estímulos externos.

Foto: Ramosforest(c)

junho 22, 2008 Posted by | flora, movimentos, tropismo | 10 Comentários

Erva daninha

See too: Skunk cabbage

Simplória, oculta.

Erva daninha,

Pela raiz

Extirpada


Florida, exulta

Floração singela

Pela imagem

Preservada


Luiz Ramos

Foto e arte: ramosforest (C)

abril 27, 2008 Posted by | erva daninha, flora, Poesia, skunk cabbage | 10 Comentários